Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Sven Scheuerle Última atualização em 23.10.2020
7 min.
criar mapa de site xml
Última atualização em 23.10.2020

Com um sitemap XML ajudas os motores de busca a entender facilmente a estrutura do teu site WordPress. Isto facilita o trabalho dos rastreadores e determina qual o conteúdo que deve ser indexado pelo Google e outros. Neste artigo, vais descobrir quais as vantagens a  longo prazo de um sitemap, os dois plugins do WordPress úteis que podes usar para isto e como submeter um sitemap em XML.

Afinal, o que é um sitemap?

Quando estamos a falar do chamado "sitemap" do teu site WordPress, normalmente queremos dizer o chamado sitemap XML. A abreviatura XML significa "Extensible Markup Language" (Linguagem de marcação extensível). Simplificando, é uma linguagem para troca de dados estruturados hierarquicamente na forma de um ficheiro de texto.

Todos os URLs - ou melhor, uma lista de todos os URLs (páginas individuais, documentos) - são exibidos no sitemap XML. O principal objetivo desta lista é que ela possa ler lida por máquina. Mais precisamente, os rastreadores dos sites dos motores de busca utilizam esta lista para poder indexar o conteúdo do teu site de forma rápida e fácil. 

A criação de um sitemap XML em WordPress não é uma obrigação, mas sim uma recomendação. Porque isto facilita o trabalho do Google e outros e o teu conteúdo é normalmente listado mais rapidamente nos resultados de busca. Para isto, também podes enviar o teu sitemap WordPress para motores de busca como o Google ou o Bing. 

Além do chamado sitemap XML, que se destina principalmente à leiturapor máquina, existe também o sitemap HTML. Isto não é um ficheiro de texto, mas uma página HTML na qual todas as subpáginas de um site estão listadas numa tabela. Isto é apenas para o visitante ter uma visão geral do conteúdo do site.

No gráfico seguinte podes ver um sitemap XML do meu blogue. Aqui podes ver que o sitemap lista publicações individuais / artigos, páginas, assim como documentos (gráficos, etc.). Este sitemap foi criado automaticamente pelo plugin Yoast SEO, que eu uso na minha instalação de WordPress. 

XML-Sitemap Yoast SEO

Porque é que um sitemap XML é tão importante?

Como foi brevemente mencionado anteriormente, é claro que não é absolutamente necessário que tu, como utilizador WordPress ou como operador de site em geral, cries um sitemap XML para os motores de busca. Afinal, os motores de busca podem indexar o teu site, mesmo sem um sitemap. No entanto, neste caso, não é garantido que os rastreadores encontrem todas as páginas individuais ou documentos do teu site.

Com a ajuda de um sitemap do WordPress adequado, podes facilitar o trabalho dos rastreadores, por assim dizer. Isto ocorre porque o sitemap lista todo o conteúdo que, por regra, também deve ser indexado. No entanto, não há garantia de que cada motor de busca irá realmente indexar todo o conteúdo. Cada motor de busca decide por si e de acordo com os seus próprios critérios (por exemplo, com base na qualidade do conteúdo, etc.).

Como pode ser a aparência de tal lista ou sitemap XML para artigos do WordPress, podes ver no gráfico seguinte. 

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

As vantagens de um sitemap do WordPress num relance

  • Podes enviar especificamente todas as páginas individuais do teu site
  • Podes monitorizar o envio e a indexação no Google e no Bing
  • Podes também enviar páginas que não estão diretamente acessíveis
  • Tu tornas instantaneamente mais fácil para os motores de busca indexarem todas as tuas páginas e conteúdo

Dica: Deves verificar regularmente o sitemap XML do teu site WordPress para ter certeza de que apenas o conteúdo que tu designaste está listado. Isto, porque o sitemap está visível para cada utilizador. Se, por exemplo, o conteúdo que não é (ou "ainda não") destinado ao público não for excluído, ele pode ser acessado através do sitemap. 

Podes excluir páginas ou artigos individuais da indexação diretamente no editor Gutenberg com a ajuda de plugins de SEO como Yoast ou Rank Math .

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster
Ao desmarcares a caixa, podes excluir esta publicação da indexação.

Criar um sitemap no WordPress: é assim que funciona!

Não precisas de nenhum conhecimento especial para criar um sitemap no WordPress. Há uma série de plugins úteis disponíveis. Hoje quero mostrar-te dois dos plugins de SEO mais populares - Yoast SEO e Rank Math - e explicar, em alguns passos, como é fácil criar um sitemap XML. 

A boa notícia primeiro: ambos os plugins já criam um sitemap durante a instalação, isto é, de forma totalmente automática. Tudo o que tens de fazer é decidir qual o conteúdo a ser incluído no sitemap e qual não deve ser. 

Yoast vs. Rank Math

Se quiseres saber mais sobre os dois plugins Yoast SEO e Rank Math, eu recomendo o artigo "Plugins de SEO para WordPress" do Dominik Stein.

Yoast SEO

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

O Plugin Yoast SEO está disponível numa versão gratuita e numa versão paga. Para a criação de um sitemap e todas as configurações básicas de otimização para motores de busca, a versão gratuita é suficiente. 

Podes ativar ou desativar a criação de sitemaps XML nas configurações Yoast SEO em GeralFuncionalidades. Por defeito, esta opção está definida para "Ligado".

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Sob o item "Taxonomias" (tipos de publicação) podes definir quais os conteúdos ou páginas de Yoast SEO são listados no sitemap XML. Isto inclui categorias, palavras-chave e formatos. 

Em Apresentação na buscaTaxonomias podes selecionar esses tipos de publicação ou excluí-los de serem exibidos nos resultados da busca. 

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Como regra, é sempre recomendado excluir categorias diretas e outros formatos dos resultados da busca, muito simplesmente para evitar "conteúdo duplicado". 

Rank Math

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

O Plugin SEO Rank Math também está disponível gratuitamente e é utilizado principalmente para a otimização dos motores de busca dos teus websites. Além das inúmeras funcionalidades, encontras também configurações para o sitemap XML. 

No item de menu Configurações do sitemapGeral, tens à escolha todas as opções de configuração. Assim como com Yoast , podes especificar qual o conteúdo a ser listado no sitemap e qual o que não deve ser. Encontras também um link direto aqui, que pode ser usado para acessar o sitemap. 

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Mesmo com o Rank Math, é possível excluir taxonomias individuais (tipos de publicações) de serem listadas no sitemap do WordPress com apenas alguns cliques (categorias, palavras-chave). Para isso, basta ativares ou desativares o controlo deslizante correspondente. 

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Para além disso, podes excluir publicaçõess, páginas e shortcodes em geral no item "Tipos de publicação". No entanto, só deves excluir publicações e páginas em casos particulares e se necessário, porque este tipo de conteúdo deve estar sempre incluído num sitemap XML. 

Importante saber

O caminho para o sitemap pode ser diferente, dependendo do plugin que usas para o criar. Com Yoast SEO e Rank Math os caminhos são os mesmos. Isto significa que podes acessar o teu sitemap do WordPress através do seguinte caminho: https://OTEU-URL/sitemap_index.xml

Funcionalidade sitemap XML em WordPress 5.5

O próximo grande update para WordPress 5.5 traz uma funcionalidade do sitemap para o núcleo WP. Para criar um sitemap básico, já não precisas de um plugin separado a partir do WP 5.5. No entanto, a nova funcionalidade integrada do sitemap não fornece uma interface para fazer outras configurações, tais como excluir certas publicações ou páginas. Para requisitos de sitemap mais complexos, os plugins continuarão a oferecer as soluções adequadas. Mais informações sobre a nova funcionalidade podem ser encontradas no blogue oficial do WordPress.

Submeter o sitemap do WordPress ao Google e ao Bing

Uma vez criado o teu sitemap XML, conforme descrito acima, podes submetê-lo ativamente ao Google e ao Bing. Isto tem a vantagem de poderes monitorizar o estado de indexação do teu site em qualquer altura e visualizar as estatísticas correspondentes. 

Google Search Console

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

No Google, podes submeter o teu sitemap através do Google Search Console . Depois de teres verificado o teu site, terás de clicar no item "Sitemaps", que encontras no índice. 

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Tudo que tens de fazer aqui é inserir o caminho para o teu sitemap e clicar no botão “Enviar”. Pode levar vários dias para que o envio seja verificado e para que consigas visualizar as estatísticas. 

No entanto, no exemplo acima podes ver o meu sitemap já submetido para o meu blogue. Clicando no ícone "Diagrama", podes ver estatísticas detalhadas. Por exemplo, será mostrado aqui se houve problemas com a indexação de um ou mais URLs.

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Bing Webmaster Console

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

No Webmaster Console do Bing tens também a possibilidade de submeter o teu sitemap. Para fazer isso, deves armazenar o teu site, como na Google Search Console. Podes então enviar ou submeter o sitemap em “Sitemaps”, que encontras diretamente no painel de controle. 

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Com um clique no botão "Submiter sitemap" tens a possibilidade de armazenar lá o caminho correspondente e confirmar, clicando no botão "Enviar". 

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Depois do sitemap do WordPress ter sido processado corretamente, terás também uma visão geral na Bing Webmaster Console sob a forma de estatísticas ou atividades do site. 

Para criar um sitemap XML em WordPress : Vantagens, plugins e ferramentas de Webmaster

Conclusão

Mesmo que a criação de um sitemap do WordPress não seja obrigatória, é útil, pelas razões acima mencionadas, submetê-lo pelo menos aos mais importantes motores de busca como o Google e o Bing. Desta forma, tens sempre o controle do teu site e também podes visualizar estatísticas úteis. 

Com a ajuda dos dois plugins acima mencionados, terás feito este trabalho em alguns minutos. Mesmo os principiantes neste campo não devem ter problemas para se orientarem. 

Para te certificares de que nada corre mal a longo prazo, deves verificar o teu sitemap repetidamente para encontrar URLs com defeito ou para excluir da indexação URLs que não se destinam a todos. 

Tens mais perguntas ou feedback?

Usar a função de comentários. Queres ser informado sobre novas publicações sobre WordPress, online marketing e outros assuntos? Então segue-nos no TwitterFacebook ou através da nossa Newsletter.

O Sven, freelancer e profissional de marketing por paixão, atua no marketing online há já vários anos. Para além disso, ele é blogger e escreve regularmente no seu blogue BLOGGiraffe.de sobre o trabalho independente em negócios online, e dá dicas e truques aos seus leitores.

Artigos relacionados

Comentários sobre este artigo

Escreve um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com * .